O meu carrinho

Fechar

aquisição de peças originais

We Democratize Art

dinamização de valor invisível

Manifesto

"Para mim nada é mais abstracto.

Na verdade, creio que não há nada mais surrealista, nada mais abstracto do que a realidade.”

– Giorgio Morandi

 

Para fazer arte, é preciso um artista. E porque a morte anunciada das artes nos acerca desde o século passado, muito se tem questionado sobre o que é ou não é arte. Mas pelo caminho, arriscamo-nos a negligenciar aquilo que é mais importante: que a arte é a repercussão directa do artista; e que, enquanto nos interrogamos sobre uma questão para a qual esperamos nunca encontrar uma resposta, podemos perder de vista a própria fruição artística – a emoção de ver, reviver e sentir.

Os artistas que fazem parte desta plataforma são pessoas. Todos nós somos pessoas. Afirmar isto parece óbvio, redundante, até ridículo. Parece, mas não é. Estas pessoas são estigmatizadas porque comportam algum factor que a sociedade considera como atípico face à "norma". Por isso, são excluídas de realizar o seu potencial artístico, cultural, humano e social, e são sistematicamente marginalizadas. Estes são artistas com direito a serem reconhecidos, a percorrerem um caminho de auto-legitimação por mérito próprio, e a terem oportunidades de mostrar o seu valor inato ou, acima de tudo, fruto do seu trabalho árduo e da sua resiliência acrescida. De participar no mundo da arte sem precisar de se encaixar em nenhum dos "ismos".

A nossa missão democratizante assenta numa abordagem curatorial à venda de arte online, em paralelo com outras iniciativas artísticas e culturais, em que o discernimento e o rigor se aliam à convicção de que nenhuma arte é verdadeiramente outsider. Qualquer que seja o termo que usemos para descrevê-la – neuve-invention, naïf, vernacular, marginal, auto-didacta, folk, do trauma, visionária, virgem… termos que tão rápido evoluem e se destinam a campos diferentes como se mesclam e uniformizam na promessa ilusória de uma evolução da arte pela arte –, a arte disponível na nossa plataforma dá resposta a um impulso de criação puro, catártico e autêntico que, tantas vezes, é considerado "inconveniente" num circuito artístico e institucional fortemente codificado, elitista e inacessível.

Mais do que nunca, assistimos a uma crescente consciência de que o poder transformador da arte não é uma mera narrativa utópica, mas algo que tem um impacto concreto, por exemplo, na prevenção, gestão e tratamento de doenças mentais e outras, na reabilitação e integração social ou, em geral, na promoção do bem-estar e empoderamento de pessoas e comunidades. Como tal, convidamos todos aqueles que nos visitam a fazer a diferença hoje, pois este é um caminho colectivo, em que juntos podemos imaginar e contribuir para esses futuros acessíveis, com os mesmos direitos humanos e profissionais para todos os artistas, sejam estes doentes mentais, pessoas com deficiência, reclusos, ou outros socialmente marginalizados. Acreditamos no poder de estar-se frente a frente, sem interferências, e em segundas oportunidades; na verdade, para quase todos, esta será uma primeira oportunidade. 

 

RAW ART MADE.  2020 julho 28